quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Sei não, posso não... :P

Já tinha um tempinho que eu queria escrever aqui, como hoje não trabalho... vamos lá!

Tenho lido alguns blogs de amigos, de pessoas que já estão aqui, que ainda estão
no processo ou que estão pensando ainda se vão imigrar ou não.
Posso descrever um pouco da nossa experiência aqui, da nossa opinião!

Sou completamente de acordo quando dizem que cada história é diferente da outra.
Pensa bem... você nasce no seu país, faz cursos, tem amigos, trabalhos, família, tem toda uma história de vida e depois que imigra acha que sua experiência aqui vai ser igual a de alguém? NÃO! O máximo que vai acontecer é você viver algo "parecido", mas nunca igual!
Na minha opinião, acho isso muito legal. Você tem a oportunidade de fazer sua própria história, de escrever seu próprio diário de imigração e principalmente, tirar suas próprias conclusões!
A frase "cada caso é um caso" expressa isso!

A nossa experiência aconteceu diferente do que todos dizem por aí... "vocês vão ter que passar no mínimo 3 meses esperando francisação" ou até mesmo "emprego? só depois da francisação e somente em loja de shopping" vixeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!
Por isso que eu digooooo sempre: não ouçam ninguém, nem mesmo eu que escrevo aqui! Se você quer realmente imigrar, venha, siga seu planejamento, mas vá vivendo cada dia do seu modo. Pra você vai acontecer sempre diferente, melhor ou pior que alguém... mas pelo menos você vai ter a oportunidade de dar SUA opinião, de acordo com seus princípios, valores e experiências!
Se eu tivesse ouvido tudo que me diziam aqui, não estava trabalhando, estaria esperando até hoje pela francisação! Semana passada recebi a carta da francisação me chamando para começar as aulas e não tive a menos dúvida de recusar! No momento que estou, não acho
que a francisação vai influênciar muito no meu nível de francês. Lá no trabalho tenho oportunidade de falar, escrever, ler e o pessoal ainda me ajuda! Ainda recebo pra isso... kkkkkkkkkkkkkkkkk...!

Vejo o pessoal escrevendo também sobre o famoso "jeito québécois" de ser!
Fico indiginadaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!
Você pode estar no Brasil, no Canadá, no México, na Índia, no Egito... em qualquer lugar desse mundo... sempre vão existir pessoas simpáticas e chatas, gordas e magras, pretas e brancas, frescas e da paz! Galeraaaaa... vamos parar de GENERALIZAR! Já encontrei todo tipo de québécois aqui e nem por isso acho que posso traçar um perfil deles! Não posso fazer isso nem mesmo no meu país de origem, que é enorme, cheio de culturas e raças diferentes.
Já conheci um québécois que se ele passar por mim, acho que dou um empurrão nele! :P Mas tem outros que são realmente amigos, engraçados e simpáticos!
Sávio faz parte de um time de futebol só de québécois e de 15 em 15 dias eles dão um "lift" pra ele! Eles vão jogar bola, Sávio pratica o francês e ainda tem oportunidade de fazer novas amizades.
Acho que a comparação dos brasileiros com os québécois acontece porque estamos acostumados com nossos amigos do Brasil. Eu mesma... a maioria das minhas amigas
são amizades de infância ou de faculdade. Já estou acostumada com todas elas e se eu começo a comparar essas amizades com as pessoas aqui... Affffffffff... lógico que não vai ser igual! Nenhuma amizade acontece de repente, é uma coisa gradual, aos poucos!

Bom... resolvi escrever só para desabafar mesmo.

Beijos para todos e fiquem com Deus.

Natália

6 comentários:

Diário Canadá Brasil disse...

è verdade! Concordo com vc!
Muita gente se iludi ou se decpciona rápido pq acha que as experiencias devem ser iguais e não são.
eu me decepciono com muitas coisas aqui no Brasil e lá será do mesmo jeito pq não tem haver com o lugar mas com a minha visao sobre uma determinada situação.
Em breve imigraremos, mas tranquilos com isso, sabendo que "cada caso é um caso".

Abração pra vcs e muitas bençãos!
diariocanadabrasil.blogspot.com

Beta Takaki disse...

Natalia! Eu escrevi exatamente isto no grupo de quebec no parque.. quer ler opinião do povo sobre a experiencia de imigrar? LEIA! Mas nao esqueca que seu caso sera bem diferente!
E julgar o mercado de quebec pela sua area de profissao tambem eh um vacilo massa! Tem gente dizendo que a economia ta pessima, mas so ver o seu entorno... so pra contradizer o que muitos falam, no trabalho do meu marido estao precisando de mta gente pra trabalhar! O que nao tem é gente bem qualificada... isso quer dizer que n devemos generalizar... depende da sua area, da sua lingua, da sua qualificacao, da sua sorte e até de um "QI"! Enfim... =D
Parabens pelo post! Muito booom!
Abraços!
Beta.

fernanda disse...

Concordo plenamente, nao da pra ficar ficar vivendo o sonho dos outros.Tem que correr atras dos nossos, escrever nossa historia pora qui.

Luciano Araújo disse...

É isso aí Natália. Concordo em gênero, número e grau. A vida de cada um é diferente, nbem como suas experiências.
O processo de imigração atua de forma diferente para cada um de nós, assim, como não podia deixar de ser, a vida em outro país também terá características próprias.
Estou traçando o meu caminho e este ano estarei dando meus primeiros passos no Canadá. Se Deus quiser, aprendendo bastante e procurando sempre o sucesso.
Desejo tudo de melhor para vocês nesse caminho que estão traçando.

Abraços!

Leonel Luiz disse...

Concordo com o que você disse.

Mas eu não deixo de ler as experiências de outras pessoas porque em alguns ponto pode me ajudar a evitar algumas situações chatas. Tipo se alguma pessoa diz: não alugue apartamento no edifício xxx porque é péssimo, atendimento horrível e com péssimo estado de conversavação, etc (isso é um exemplo). Porque eu iria alugar?

Todo mundo sabe que cada experiência é extremamente singular e não devemos jamais esqueçer disso. Mas eu acredito que seja legal aprender e evitar algumas situações chatas como o exemplo acima.

O mais importante de tudo, saber filtrar porque existem pessoas que só falam bem e outras que só metem o pau então é bom ver o denominador comum ente isso e sempre com o pé no chão. Mas NUNCA, JAMAIS, em hipótese alguma achar que você vai passar pelas mesmas experiências de outras pessoas.

Bem, é isso o que eu penso e acredito fielmente que cada um tem que escrever sua história e relembrá-las no futuro.

um abraço,
Leonel Vasconcelos
http://www.quebecvoila.blogspot.com/

Abdenildo Sobreira disse...

Parabéns... disse tudo!!! Penso exatamente igual!

Postar um comentário